Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘poemas’

Leitor

Você
sim, você mesmo
que fica aí à esmo
e nunca me fala nada

Sim,
você que está lendo aqui, agora
que vê tudo, mas sempre fica de fora
não subiu nem vai descer a escada

E agora
que te perguntas se deves ou não opinar
se é interessante que te ouçam expressar
fica aí parado.

É a vida a te carregar.

Anúncios

Read Full Post »

bah.

Read Full Post »

O Falso Amargurado

Sentiram minha falta:
Fiquei ressentido
Dessa amálgada de sentimentos
surgiram vários empecilhos

Um por um
foram pousando na cabeceira da minha cama
atormentaram-me
Senti só: dor, a brisa, à noite, levava-me embora.

Dormia.
Mas não obstante
tinha sonhos e pesadêlos.
Sentem minha falta, como quem perde um infante

Mas sentir falta não basta.
Sentem minha dor,
e, com pesar,
se derramam em prantos
assim como eu estou?

Vozes agoniadas,
litúrgicas.
Guardem para si suas cartas e amor e mentiras
Esperem! Eu já vou.

Read Full Post »

O Acolhedor

É delírio violento
é o arrebatamento do acolhedor
Tal definição da palavra
Ainda assim com furor

Entusiasmo e veemência
Ímpeto forte fora da consciência
Intenso, cresce, extasia
Bate forte, abate penicilina

Enérgico e com vigor
Passa horas, aguenta tudo
Acaba o limite da noite
Raia o Sol ameaçador

Agressor das próprias palavras
Agricultor que não colhe as safras
Advogado do diabo, de Deus e do Senhor
Mas não acredita em nenhum deles
“Nem pronuncie seus nomes, por favor”

Read Full Post »